segunda-feira, 18 de novembro de 2013

18´s

Num 18 de novembro, nascia João da Silva Teixeira. Aquele que, segundo a medicina, não sairia do ventre ganhou nome, foi batizado, veio para casa, conheceu sua família, ganhou presentes, abraços e sorrisos. Ainda hoje ele ganha homenagens, a que segue é da tia Jú  (que também faz aniversário em 18 de novembro), ela postou este lindo texto nas redes sociais. Eu quis registrar aqui também.



Dia 18 de novembro não me pertence mais.
ou talvez nunca tenha pertencido.
E talvez nunca tenha entendido.

Deus me emprestou esta data durante 25 anos,
e no dia 18 de novembro de 2010 o anjo chegou.
chegou transformando.
transformando vidas, a ciência... sentimentos.

como humana, egoísta... lamento por não viver como João o que
vivo com O Pedro, a Ana e o Caio.. e que vou viver com o "nene"
mas acredito EM e agradeço A Deus pelo milagre da vida.
por ter olhado, tocado, cheirado, AMADO um anjo.
REALIDADE

O meu anjo tem asas "invisíveis"
não sei a cor dos seus olhos.
sei que sua pele é suave, e seus cabelos cor de fogo.
isso basta.
ao certo não existe explicação,
nem sentindo.

e com meu caminho iluminado por ti, João.
eu completo mais um ano de vida.
Parabéns para nós, cuida de mim.


(Juliana Devit, 18 de novembro de 2013)

Um comentário:

Vera Lúcia Devit da Silva disse...

.... Num dezoito de novembro nascia a minha miudinha filha de olhos bem verdes.eanos mais tarde nosso joão batista nascia no dia do niver da ju. ela foi presenteada, amou muito, e homenageou ele tatuando o nome dele no pulso assim como a tia dadá. hoje só restam saudades, mas ela escreveu esta poesia tão linda para ele. amei os dois dezoito de novembro intensamente.... nunca sairão da memória e do coração. amados amores.....